Zuckerberg promete maior privacidade no Facebook

Mark Zuckerberg, fundador e CEO da Facebook, publicou na sua fanpage nesta quarta-feira (6) que está focado para tornar o Facebook uma plataforma concentrada tanto na privacidade quanto na confidencialidade, depois de escândalos revelados sobre a vulnerabilidade da rede social.

Além de tratar dessas duas questões específicas, Zuckerberg também afirmou haver a possibilidade da integração entre os aplicativos Messenger (derivado do Facebook) e o WhatsApp.

“Permitiremos enviar mensagens para seus contatos usando cada um de nossos serviços e queremos oferecer a possibilidade de escolher como alcançar seus amigos entre as plataformas. Em seguida, planejamos que estenda essa interoperalidade ao SMS também”, explicou.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Segundo ele, “uma plataforma de comunicações com foco em privacidade se tornará mais importante do que as plataformas abertas”. “As pessoas têm a liberdade de serem expostas e se conectarem de maneira mais natural, por isso as redes sociais são desenvolvidas”. Ele ainda escreveu em seu perfil que pretende possibilitar pagamentos on-line “de forma privada e segura”, além de garantir que as mudanças sigam os gostos dos internautas.

“Hoje em dia já vemos que as mensagens privadas, os stories efêmeros e os pequenos grupos são de longe os formatos de comunicação online que crescem mais rápido”, acrescentou. Por fim, até admitiu que a reputação de sua rede social não é a melhor em relação à privacidade. “Nós mostramos repetidamente que podemos evoluir e criar os serviços que as pessoas querem”. A declaração foi uma resposta às diversas críticas de que o Facebook foi alvo após o escândalo de vazamento e manipulação de dados.

Foto: Divulgação / Tekno Pusula

error: Conteúdo Protegido!!