Unidade de conservação do Vale do Itajaí está entre as 67 que o governo federal quer reduzir

O Parque Nacional da Serra do Itajaí está entre as 67 unidades de conservação do País que a gestão Jair Bolsonaro pretende reduzir.

A unidade de conservação está sob gestão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e, segundo informações disponibilizadas pelo órgão, o parque possui 56.918,11 hectares distribuídos na região do Vale do Itajaí. As cidades abrangidas são Ascurra, Apiúna, Blumenau, Botuverá, Gaspar, Guabiruba, Indaial, Presidente Nereu e Vidal Ramos.

A lista de unidades previstas para redução foi divulgada pelo Estadão na última quarta-feira (12). Conforme divulgação, a gestão Jair Bolsonaro pretende reduzir estas unidades de conservação para eliminar possíveis “interferências” com estruturas existentes e dar “segurança jurídica” para os empreendimentos existentes dentro dos limites das unidades de conservação.

A sugestão de redução foi em defesa de estradas federais, ferrovias, portos e aeroportos. O Parque Nacional da Serra do Itajaí está entre a lista de unidades de proteção integral que são margeadas por rodovias federais.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Conforme o Estadão informou em outra reportagem publicada, o governo está trabalhando em um projeto de lei para tratar do assunto. O texto está sendo escrito pelo Ministério de Infraestrutura, com apoio da pasta do Ministério do Meio Ambiente, e deve ser enviado nas próximas semanas ao Congresso com a lista de florestas a reduzir.

Foto: Divulgação / Instituto Parque das Nascentes

error: Conteúdo Protegido!!