Turistas e moradores de Bombinhas sofrem com desabastecimento de água

A explicação é o rompimento de adutoras e por outra hora falha no sistema, mas o fato é que quem está passando últimos dias em Bombinhas, tem sofrido com a constante falta de água na rede, refletindo em transtornos para turistas e moradores.

No dia 30 de dezembro, a Águas de Bombinhas, companhia responsável pelo abastecimento em uma das principais cidades litorâneas de Santa Catarina precisou realizar uma ação emergencial de reparo por conta de um rompimento de adutora em Tijucas, por conta da elevada pressão na tubulação.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

A população ficou quase 24 horas sem abastecimento entre os dias 30 e 31. Já no dia 3 de janeiro houve a necessidade de um outro reparo que impedia o trabalho da Estação de Tratamento de Água (ETA) em sua carga máxima. Com o trabalho realizado durante a madrugada o abastecimento deveria ser normalizado nesta sexta-feira (4), porém houve um novo vazamento de adutora.

Segundo a Águas de Bombinhas residências de diversos bairros amanheceram sem água na torneira, mas que até o meio da tarde de hoje (4) o sistemas de abastecimento estaria vindo a ser normalizado.

Outro fator que tem dificultado o abastecimento normal na cidade é a estiagem, que afeta o nível do Rio Perequê, o que compromete a produção na ETA de Porto Belo, dificultando assim a importação de água através do sistema antigo de abastecimento.

Com a previsão do tempo não apontando chuvas consideráveis para os próximos dias na região, a população deve continuar sofrendo com a falta de água repentina. Sinal de que há necessidade de racionamento e que gestores acabaram não se preparando adequadamente para a atual temporada.

Foto: Divulgação / águas de Bombinhas

error: Conteúdo Protegido!!