Tempestade destroi Rio de Janeiro e deixa ao menos 5 mortos

da ANSA

O Rio de Janeiro amanheceu devastado nesta quinta-feira (7), após um temporal atingir a cidade, provocando deslizamentos, soterrando um ônibus e matando ao menos cinco pessoas. As chuvas, que começaram na noite de ontem (6), tinham vento de mais de 100 km/h.

Mais de 60 árvores caíram em toda a cidade do Rio de Janeiro, que ficou com 17 pontos de alagamento. Devido à queda de árvores, o fornecimento de energia está comprometido em alguns bairros, segundo a concessionária Light.

Cinco mortes foram confirmadas até o momento. Uma mulher e o filho morreram no desabamento de uma casa em Barra de Guaratiba, na zona oeste. As vítimas foram identificadas como Isabel Martins da Paz, de 56 anos, e Mauro Ribeiro da Paz, de 33. A terceira morte ocorreu na Rocinha, após um deslizamento. Uma quarta vítima foi registrada no Morro do Vidigal.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Na Avenida Niemeyer, na zona sul do Rio, um deslizamento de terra e queda de árvores atingiram dois ônibus, fechando as pistas nos dois sentidos. O motorista de um dos veículos teria dito que duas pessoas não conseguiram escapar – uma delas já teve a morte confirmada, mas a outra ainda tenta ser encontrada pelas equipes de emergência. O deslizamento na Niemeyer também fez com que parte da ciclovia Tim Maia caísse no mar. A via permanece interditada nos dois sentidos.

Na estrada da Barra da Tijuca, no Itanhangá, na zona oeste, a queda de um muro interditou a pista no sentido Alto da Boa Vista.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, decretou luto oficial de três dias na cidade e estado de crise, que é o grau máximo de alerta para temporais. A previsão é que o tempo continue instável até sexta-feira (7).

Há probabilidade muito alta de deslizamentos de terra na zona sul da cidade e alta na região da Barra/Jacarepaguá.

De acordo com o radar meteorológico da Prefeitura, o Alerta Rio, nas últimas 24 horas, choveu na Rocinha 165 mm, o equivalente a quase o total esperado para fevereiro, que era de 199 mm. Na comunidade do Vidigal, choveu 162 mm (contra os 273 mm esperados para este mês). 

error: Conteúdo Protegido!!