Senado Federal vota decreto que autoriza intervenção federal no estado do Rio de Janeiro

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, do PMDB, do Ceará, abriu a sessão extraordinária para votar o decreto de intervenção federal no estado do Rio de Janeiro. A sessão teve início por volta das 20h25min desta terça-feira (20). Na última madrugada Câmara dos Deputados aprovou o texto por 340 votos a 72 (além de uma abstenção). A expectativa é que os senadores também aprovem a missão de que as Forças Armadas exercerá no estado carioca, que é de diminuir os altos índices de violência.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

A medida é tomada como extrema e radical pela oposição em que parlamentar afirmam que o trabalho chefiado pelo general de Exército Walter Souza Braga Netto não resolverá a catastrófica situação dos índices de violência no Rio. Braga Netto assumiu o comando da segurança pública no Estado, após o decreto assinado pelo presidente Michel Temer, que ocorreu de uma forma emergencial e que aconteceu após conversa com diversos ministérios.

Assim que abriu a sessão, Eunício rejeitou duas questões de ordem apresentadas pelos senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e a análise do decreto continuou no Plenário. Eduardo Lopes (PRB-RJ) é o relator do decreto.

 

Acompanhe ao vivo a sessão:

error: Conteúdo Protegido!!