Semáforos adaptativos trarão mais segurança no trânsito neste início do ano letivo, em Blumenau

Nesta quinta-feira (6), começaram as aulas nas escolas da rede municipal de ensino de Blumenau. Para este início do ano letivo, os alunos e demais pedestres terão um importante aliado na segurança no trânsito, pois foram instalados semáforos adaptativos em frente a 27 unidades de Ensino Fundamental do município. Os semáforos fazem parte do Plano de Segurança Viária da cidade e 24 deles já estão em operação.

De acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Seterb), ao todo, estão previstos 105 pontos com a tecnologia dos semáforos adaptativos no município, destes, 74 já foram instalados. Para o diretor de Trânsito da Seterb, Jaílson Rogério Cândido, isso vai garantir fluidez ao trânsito e aumentar ainda mais a segurança na travessia dos alunos.

Ganhamos em amplitude no que se refere a segurança, no período de 24 horas por dia e sete dias por semana, não somente para os alunos, mas para todos que passam pela região. Importante lembrar que após o acionamento da botoeira é que o sinal ficará vermelho para os pedestres, beneficiando todos os agentes que fazem parte do trânsito” diz.

O início das operações com os semáforos adaptativos em frente às escolas será acompanhada pelos agentes de trânsito da Seterb. Em cada ponto haverá um agente orientando a população e ajudando no funcionamento do fluxo nas proximidades das unidades escolares. O período de adaptação deve durar 20 a 30 dias, sendo avaliado cada caso para reduzir ou aumentar o tempo com a presença dos agentes no local.

Ação integrada na CCO

Futuramente os semáforos adaptativos serão comandados diretamente pela Central de Controle Operacional (CCO), unidade gerencial e operacional, que será responsável pela recepção de imagens e informações 24 horas por dia.

As orientações com a definição dos melhores momentos para a mudança dos tempos semafóricos serão repassadas pela Central de Tráfego em Área (CTA), os semáforos adaptativos também vão auxiliar deficientes visuais em cruzamentos semaforizados. Os equipamentos possuem botoeiras sonoras que permitem a travessia em segurança.

A central vai abranger e assumir o controle de todos os equipamentos eletrônicos que estão sendo adquiridos e implantados. Esses semáforos estarão interligados, com um software gerenciador, que fará a leitura da câmera e enviará informações para o semáforo que vai proceder para a melhor fluidez do trânsito” explica Cândido.

Por meio de câmeras de monitoramento, semáforos inteligentes e softwares e com os pontos críticos do trânsito já mapeados, será possível avançar na segurança viária e mobilidade, reduzindo a taxa de mortalidade com acidentes. No CCO, que engloba a Central de Tráfego em Área (CTA), o investimento será de mais de R$ 15 milhões.


Foto: Divulgação / PMB

error: Conteúdo Protegido!!