Sem dar trégua para “valentões” Polícia Civil de Blumenau prende mais um por violência doméstica

Se aproxima de uma dezena o número de homens presos preventivamente por violência doméstica, neste início de ano em Blumenau. O resultado é fruto do trabalho sério que vem sendo realizado na Delegacia de Proteção à Criança, Mulher, Adolescente e Idoso (DPCAMI) da cidade.

Neste sábado foi cumprindo mais um mandado de prisão. Dessa vez contra um homem de 23 anos, de nome com iniciais W. E.V., decisão derivada de um inquérito policial instaurado em janeiro, que apurou delitos de ameaça, injúria e lesão corporal contra a companheira do preso, por ele.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

De acordo com as informações divulgadas pela Polícia Civil, o relacionamento do casal durou 6 anos, mas assim que houve a separação por conta da violência foi deferida medida protetiva impedindo que W E.V. se aproximasse da vítima.

Agindo contra a determinação judicial, o rapaz, assim que soube que a vítima teria um novo namorado, perseguiu sua ex-companheira de veículo, obrigando a mesma de parar na rua, por volta das 22h da última quinta-feira (31) , quando estava empunhado com uma arma de fogo.

Armado ele teria obrigado a mulher a abandonar o veículo que dirigia e entrar no seu carro, o que está sendo considerado sequestro, já que ela ficou com ele, contra sua vontade por cerca de 1h, com uma arma apontada para sua cabeça, enquanto recebia ameaças de morte para si, para a filha de ambos e para o novo namorado caso a vítima não aceitasse retornar o relacionamento.

Ainda conforma a polícia, a vítima acabou passando mal ao ser forçada a beijar o autor do crime, mas conseguiu conseguiu deixar o veículo, sendo socorrida por populares, que se assustaram com um tiro dado para o alto como forma de intimidação.

Naquela momento a Polícia Militar foi acionara, porém o agressor não foi localizado. A Polícia Civil foi logo comunicada e os trabalhos de investigação e de representação pela prisão preventiva que foi iniciado, sendo que o Poder Judiciário deferiu mandato noite de ontem (1º).

O agressor estava foragido na casa de um amigo em Timbó, onde foi preso, após interrogado na Central de Polícia, na presença de seu advogado, mas mesmo assim encaminhado ao Presídio Regional de Blumenau.

Foto: Divulgação / Polícia Civil

error: Conteúdo Protegido!!