Santa Catarina recebe o maior congresso de educação do sul do País

O 12º Congresso Educasul, que acontece em Florianópolis paralelamente à Expo Estudar, vai reunir em dois dias (31 de agosto e 1º de setembro) uma ampla programação voltada a pesquisadores, professores, educadores e profissionais, com foco em buscar respostas para a evasão escolar. O alto índice de jovens fora da escola, o desinteresse pelo conteúdo ensinado, a baixa qualidade do ensino, a falta de infraestrutura nas escolas e o déficit de professores motivaram o debate sobre o Ensino Médio.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) realizada pelo IBGE em 2011, 1,7 milhão de jovens de 15 a 17 anos estão fora da escola. Um outro dado revela que dentre os 58% dessa faixa etária, que frequentam o ensino médio, 75% estão abaixo do nível de proficiência esperado.

A última edição do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), criado para medir a qualidade do aprendizado, aponta que o ensino médio continua estagnado na média das escolas do país com índice 3,7 e não atingiu a meta de 4,3. O patamar se mantém desde a avaliação realizada em 2011.

A falta de recursos financeiros é outro problema que também está atrelado a evasão de estudantes no ensino médio. Segundo um levantamento recente feito pelo Movimento Todos Pela Educação, mais de 39% dos estudantes de ensino médio do Brasil afirmam que a situação financeira é hoje a principal dificuldade para concluir os estudos.

O primeiro a falar no Congresso sobre estes números nada animadores, será o educador Mozart Neves Ramos. O professor – referência nacional em educação – abrirá os trabalhos do Educasul, no dia 31.08, com a palestra “A Crise no Ensino Médio no Brasil”. Neves é diretor do Instituto Ayrton Senna e ex-reitor da Universidade Federal de Pernambuco. Recentemente escreveu um artigo na revista Isto É falando sobre a revolução silenciosa do ensino em Santa Catarina. No texto, ele destaca o movimento Santa Catarina pela Educação, iniciativa da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC).

Em seguida, a mesa temática “Educação Integral e Reorganização Curricular do Ensino Médio: possibilidades para outros percursos formativos” juntará os especialistas Wisley João Pereira (Coordenador Geral de Ensino Médio da Secretaria de Educação Básica do MEC), Cássia Ferri (Coordenadora do Fórum Estadual de Educação de SC – FEESC e Vice-Reitora de Graduação da Universidade do Vale do Itajaí) e Maria do Pilar Lacerda (Diretora da Fundação SM/Brasil). Para Wisley, é preciso garantir um ensino que tenha condições de atender o jovem da atualidade. “A cada ano que passa 1,7 milhões de jovens estão fora da escola. A grande maioria não atinge os mínimos desejados em português e matemática”, afirma.

No dia seguinte, uma mesa com o tema “A Reforma do Ensino Médio: impactos às redes públicas e privadas” reunirá Natacha Costa (Diretora da Associação Cidade Escola Aprendiz), Ricardo Henriques (Instituto Unibanco), Antonio Idilvan de Lima Alencar (Conselho Nacional de Secretários de Educação – CONSED) e Antônio Eugênio Cunha (Presidente da Federação Nacional das Escolas Particulares – FENEP). Já a palestra “Caminhos para Transformação do Ensino Médio”, será proferida por Helena Singer (Consultora do Centro de Referências em Educação Integral). Ela é autora de livros e artigos publicados no Brasil e no exterior abordando temas como democracia, escola, educação, direitos humanos e violência.

Outros nomes respeitados no cenário da educação nacional, como Willian Simões (UFFS), Fernanda Andrade Santos (CENPEC), Drando Daniel Berger (UFSC), Maria Clara Kaschny Schneider (Reitora do IFSC), Fernanda Andrade Santos (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária – CENPEC), Glauco José Côrte (Presidente da FIESC) e Ocimar Munhoz Alavarse (USP) também estarão discutindo as perspectivas e desafios do Ensino Médio no Brasil. As inscrições para participar do Educasul são pagas.

 

Seminário Educasul de Gestão Escolar discute relação entre família e escola

Simultaneamente ao Congresso Educasul, no dia 31 de agosto acontece o Seminário Educasul de Gestão Escolar. O evento, patrocinado pela Pearson Education do Brasil, tem como tema “Família e Escola: interfaces em debate”.

Entre os temas discutidos estão o papel do gestor na condução pedagógica da escola; fundamentos para uma gestão pedagógica eficaz; conflitos escolares e o papel do mediador; e parceria entre escola e família: uma alternativa para a gestão da violência e conflito nas escolas. O evento terá participação dos palestrantes Débora Dittrich, Juliano de Melo Costa, Paulo Hentz, Odilon Luiz Polie e Lourival José Martins Filho.

Para se inscrever o participante paga R$ 100 (estudantes têm direito a meia-entrada). Os participantes receberão certificados ao fim do evento.

 

Texto: Fabiana Henrique / Casa de la Gracia Comunica
Foto: Divulgação / EducaSul

error: Conteúdo Protegido!!