Prisão de Pizzolatti é decretada por juiz de Blumenau

Foi decretada na tarde desta quinta-feira (9) a prisão preventiva do ex-deputado federal, João Alberto Pizzolatti Júnior. O juiz titular da Primeira Vara Criminal de Blumenau, Juliano Rafael Bogo, acatou o pedido feito pela promotora Cristina Nakos, que pediu a prisão ontem (8), já que ele descumpriu medidas cautelares, já que foi flagrado por policiais militares conduzindo seu carro em Rio dos Cedros no fim do mês passado, sendo que estava impedido da direção.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Pizzolatti responde por crime de trânsito, já que em dezembro de 2017 ele se envolveu num acidente na SC-421, deixando um jovem gravemente ferido e por isso será julgado por homicídio culposo, com dolo eventual, já que ele mesmo afirmou ter consumido bebida alcoólica antes de dirigir. Pelo menos dois advogados contratados por ele não estão mais lhe defendendo no processo.

O ex-parlamentar, que é auditor fiscal da Fazenda Estadual, deve se apresentar a polícia e pode ser preso ainda hoje. Caso não se entregue, poderá ser considerado foragido da Justiça.

Foto: Reprodução

error: Conteúdo Protegido!!