PRF foi comunicada sobre direção perigosa do motorista que causou acidente na BR-470 e tirou a vida de duas jovens

Um vídeo que circula através das redes sociais e de aplicativos de mensagens demonstra que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recebeu a informação de que o motorista do Jaguar F-Pace envolvido no acidente vinha conduzindo o veículo de forma perigosa, invadindo pista contrária e realizando manobras perigosas na BR-470.

Segundo o relato no vídeo, o trecho em que o Jaguar foi filmado é entre as cidades de Ascurra e Indaial, por volta das 5h20min da manhã de hoje (23), sendo que o veículo, conduzido por Evanio Wylyan Prestini, de 31 anos acabou colidindo às 6h com um Fiat Pálio, ocupado por 5 jovens, sendo quem uma morreu no local do acidente e outra, horas depois de dar entrada no hospital.

Abaixo você confere o vídeo (anônimo) que circula pelas redes sociais, em que há denúncia da situação de risco em quem o veículo de luxo vem sendo conduzido pela rodovia federal:


>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Por conta da repercussão do caso e das circunstâncias do fato a PRF emitiu uma nota oficial sobre a situação de não ter conseguido abordar o Jaguar antes que a tragédia ocorresse. Houve a confirmação de que um mesmo cidadão fez duas denúncias, mas que a ligação telefônica foi ruim e a placa fornecida não bateu com as características dos veículo em questão.

O chefe do Núcleo de Comunicação da PRF em Santa Catarina, Luiz Graziano, também gravou um vídeo sobre a situação, lamentando que a lamentável situação tenha ocorrido:

Confira abaixo a Nota Oficial da PRF na íntegra:

“Polícia Rodoviária Federal em Santa Catarina

Em relação ao acidente ocorrido hoje de manhã na BR 470, em Gaspar, envolvendo um Fiat Pálio e um Jaguar, a PRF informa que o acidente foi causado pelo motorista do Jaguar, o qual fez o teste de etilômetro e o resultado foi 0,72 mg de álcool por litro de ar. O motorista foi preso em flagrante e conduzido para a Polícia Civil de Blumenau.

Em relação à denúncia de que os policiais de Blumenau não abordaram o Jaguar, a PRF confirma que um usuário não identificado ligou duas vezes para nossa Central e conversou com os policiais de Blumenau. O usuário afirmou que o veículo estava entre Indaial e Ascurra, vindo em direção ao litoral. A unidade operacional da PRF de Blumenau fica a aproximadamente 40 km de distância do local e, normalmente, os veículos não passam na frente do posto da PRF de Blumenau: eles entram antes em direção a Blumenau.

Além disso, os policiais consultaram a placa repassada e esta não batia em um Jaguar, provavelmente porque a ligação não estava boa. A PRF informa que não viu qualquer pessoa parar na Unidade Operacional de Blumenau para denunciar pessoalmente. Infelizmente várias pessoas ligam para a PRF prestando informações falsas ou trote, o que acaba por diminuir a credibilidade das denúncias.

No caso de hoje, infelizmente a denúncia era verdadeira e a ação da pessoa que fez a denúncia foi correta e poderia ter evitado o acidente. A PRF lamenta o desencontro de informações, mas deixa claro que os policiais rodoviários federais têm como maior objetivo a proteção à vida.

O mais importante desta ocorrência é a sensação de que, infelizmente, a ingestão de bebida alcoólica por motoristas continua a fazer parte da rotina da nossa sociedade.

A PRF se solidariza com a família das vítimas.

A PRF vai apurar a conduta dos policiais rodoviários federais da Unidade Operacional de Blumenau.
Núcleo de Comunicação Social
PRF/SC”

error: Conteúdo Protegido!!