Polícia Militar prende nove suspeitos de tráfico de drogas em Blumenau na noite desta quarta-feira

Mais uma ação bem sucedida é efetuada pelo 10º Batalhão da Polícia Militar (10º BPM) de Blumenau. Uma ação em um prédio (pensão) localizado no bairro Itoupava Norte acabou resultando em apreensão de armas de fogo, drogas (crack e cocaína), munições, balanças de precisão, dinheiro, objetos que podem ser oriundos de furtos além de conduzir em flagrante 9 suspeitos, sendo que dois desses suspeitos já possuíam mandados de prisão em abertos por contra de crimes de tráfico de drogas e roubo. Dois adolescentes ainda foram apreendidos, mas acabaram sendo liberados na Central de Plantão Policial.

A operação aconteceu num local já conhecido no setor policial, região da Rua Soldado Mário Luiz Bertloni, onde uma pessoa já foi assassinada este ano, supostamente por envolvimento com drogas e ainda houve pelo menos mais uma pessoa baleada por envolvimento por furto na mesma localidade.

A Polícia Militar (PM) informou que a Agência de Inteligência e ROCAM (Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas) continham informações da possibilidade de estarem ali dois homens com com mandados de prisão ativo e que denúncias apontavam que no local haviam armas de fogo e que havia um intenso tráfico de drogas no prédio onde ocorreu a operação, que também recebeu o apoio do canil e da equipe de rádio patrulha da PM.

Um dos criminosos com mandados em aberto que foram detidos, é Alzeir José Franco Teixeira, de 19 anos, que responde pelo crime de roubo. Além disso o jovem infrator ainda é acusado por posse de drogas e também por receptação. Já o outro preso com pendências na Justiça é Gean Carlos Soares, de 23 anos, por acusação de envolvimento com tráfico de drogas.

As identidades e idades dos demais envolvidos não foram divulgados. A Polícia Civil tomou recebeu todos os materiais apreendidos e dará procedimento para que os envolvidos respondam por seus atos no judiciário.

O tenente coronel Jefferson Schmidt diz que pessoas de bem acabam sendo usadas como “escudo” por traficantes que passaram a usar imóveis de condomínios populares para o comércio de entorpecentes. “Se não for feito um trabalho multidisciplinar, com várias instituições atuando juntas, não teremos uma solução continuada na segurança pública de nossa cidade!”  afirmou o coronel é que o comandante do 10º BPM. “O Batalhão tem fomentado muitas parcerias neste sentido, todavia as coisas não acontecem do dia para noite, mas tenho certeza que alcançaremos nossos objetivos.” afirmou Schmidt.

Fotos: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

 

 

 

 

error: Conteúdo Protegido!!