Polícia Civil indicia autores de receptação e desvenda subtração de uma tonelada de carga

Após meses de investigação, neste início de semana, a Polícia Civil (PC) de Itajaí indiciou nove pessoas indiciadas por conta do  envolvimento com receptação de carga e veículos roubados em Santa Catarina, além de policiais que haviam cometido corrupção passiva e prevaricação, incluindo dois policiais militares e um delegado.

 

O Caso

De acordo com as informações divulgadas pela PC, no dia 27 de janeiro, os policiais militares atenderam o chamado de um investigador particular e localizaram um semirreboque com indícios de adulteração no pátio de estacionamento situado na Rua Francisco Reis, no bairro Cordeiros, em Itajaí. O semirreboque frigorífico armazenava carga congelada de coxas de peru e asas de frango de origem duvidosa. Por conta disso, o conjunto veicular (caminhão e semirreboque) e sua carga foram encaminhados para a Central de Plantão Policial de Itajaí (CPP).

No decorrer das investigações, os policiais da Divisão de Investigação Criminal de Itajaí descobriram que parte da mercadoria havia sido roubadas e algumas peças de coxas de peru estavam armazenadas na geladeira da CPP. Também foi identificado que o veículo apreendido havia sido roubado em 2014, a carga original de 27 toneladas foi roubada no dia 17 de janeiro e que o homem que havia se apresentado como o dono da carga não possuía qualquer vínculo com ela, na verdade.

Com várias suspeitas de irregularidade no transcorrer dessa apreensão, os policiais analisaram imagens do sistema de monitoramento que confirmaram as suspeitas: no próprio pátio da CPP, eram levadas caixas com a mercadoria e policiais estavam envolvidos nos crimes.

Ainda segundo a polícia, os dois homens que se apresentaram como donos da carga foram indiciados por corrupção ativa e furto qualificado, além disso: dois policiais militares responderão por crime de trânsito e prevaricação, um delegado de polícia foi indiciado por corrupção passiva e prevaricação e outras quatro pessoas foram identificadas como responsáveis por delitos de receptação e associação criminosa.

error: Conteúdo Protegido!!