Polícia Civil faz reconstituição de homicídio ocorrido em Brusque

A Polícia Civil (PC), por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Brusque, realizou na tarde de ontem (03),  a reconstituição do homicídio que vitimou Roberta Keller, que tinha 19 anos e foi queimada viva na madrugada de 25 de maio.

De acordo com a PC, a reconstituição foi requisitada pelo Delegado titular da DIC de Brusque, Dr. Alex Bonfim Reis, para elucidar alguns pontos na investigação e o pedido foi deferido pelo Juízo da Comarca de Brusque. O inquérito deverá ser concluído e encaminhado ao Poder Judiciário ainda nesta semana para que o processo contra os quatro suspeitos seja iniciado.

Dois suspeitos do crime participaram da reconstituição, Júlio César Poroski, vulgo Galego, e Robson Geovane Mendes dos Santos, que estão presos na Unidade Prisional Avançada de Brusque, sendo que Júlio Cesar foi detido dia 1º de junho, quando a DIC desvendou o crime. Já Robson foi preso na última terça-feira (27), durante uma abordagem da Polícia Militar.

Além dos dois, também estão detidos o suspeito de ser mandante do crime, Cláudio Batista dos Santos e um taxista, que teria levado os suspeitos até o local do assassinado, buscando ferramentas e combustível. Uma mulher também foi presa, mas está respondendo em liberdade, já que ela não teria participação direta na execução de Roberta.

 

Foto: Divulgação /Polícia Civil

error: Conteúdo Protegido!!