Polícia Civil de Blumenau prende suspeitos do último homicídio ocorrido em 2017 na cidade

A Polícia Civil (PC), através do trabalho da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Blumenau, prendeu 3 homens que são suspeitos de terem cometido o último homicídio ocorrido em Blumenau no ano passado, em que foram registradas 42 mortes violentas na cidade. O corpo da última vítima de 2017 foi localizado em um matagal às margens da Rua Erich Meyer, no bairro Itoupava Central, no dia 23 de dezembro enquanto a Polícia Militar buscavam suspeitos de uma tentativa de latrocínio naquela região.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

O corpo da vítima estava no Instituto Médico Legal, até a última quarta-feira (10) quando foi identificado pelo Instituto Geral de Perícias, como sendo Pedro Paulo Sassemann, de 49 anos. Foi a partir da sua identificação que policiais civis da Divisão de Homicídios da DIC  intensificaram as investigações e levantaram os últimos lugares em que a vítima esteve, para conseguirem elucidar o crime de homicídio.

Fotos: Divulgação / Polícia Civil

De acordo com as informações divulgados pelo delegado Bruno Effori, em uma uma residência localizada na Rua Erich Meyer, próxima ao matagal onde a vítima foi executada, policiais abordaram os três jovens suspeitos, Carlos Antonio dos Santos, de 24 anos, Willian Cardoso dos Santos, 22 anos e Luan de Campos, 19 anos. “Após busca domiciliar, foram apreendidos uma pistola cal. 9mm, grande quantidade de munição, rádios comunicadores, aparelhos celulares e certa quantidade de maconha.” informa a Polícia Civil.

Assim que foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, foram interrogados no Inquérito Policial que apura o homicídio. Nos interrogatórios, os três suspeitos acabaram confirmando que questionaram o assassinado sobre um possível furto praticado por ele contra a mãe de Carlos. Com a confissão de Pedro Paulo, Carlos, teria executado a vítima com disparos de arma de fogo. “Junto com Carlos, os outros dois ameaçaram e coagiram a vítima para que confessasse o furto, mas a execução, conforme depoimentos teria sido feita no matagal, apenas por Carlos.” disse Effori ao Notícias Vale do Itajaí.

Ainda segundo a PC, todos os suspeitos possuem passagens policiais, principalmente por roubo. Ambos foram encaminhados ao Presídio Regional de Blumenau. A vítima possui pelo menos cinco passagens policiais pelo crime de furto.

 

 

Privacy Preference Center

Close your account?

Your account will be closed and all data will be permanently deleted and cannot be recovered. Are you sure?

error: Conteúdo Protegido!!