Polícia catarinense prossegue operações contra organização criminosa que promovem atentados no estado

Fotos: Divulgação / Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou nesta sexta-feira (8)mais uma grande operação policial contra a facção criminosa responsável pelos diversos atentados cometidos na última semana, contra agentes e instalações de vários órgãos da segurança pública, sistema prisional e Poder Judiciário de Santa Catarina.

De acordo com as informações divulgadas, mais de 200 Policiais Civis, de diversas delegacias, cumpriram desde a última madrugada 72 mandados de prisão, inclusive contra as lideranças da facção criminosa e 57 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Poder Judiciário.

A ação policial ocorreu em sete cidades litorâneas do Vale do Itajaí e Norte Catarinenses. Investigadores e agentes estiveram cumprindo mandato em Balneário Camboriú, Camboriú, Itapema, Navegantes, Penha, Balneário Piçarras e Joinville. Todo o trabalho foi coordenado pela Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú.

A operação foi denominada de “Hidra de Lerna” que remete a mitologia grega, em que Hidra era um monstro, filho de Tifão e Equidna que possuía várias cabeças, e ao cortar uma delas, outras duas nasciam em seu lugar.

 

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

 

error: Conteúdo Protegido!!