Placas orientarão a blumenauense não dar esmola

O blumenauense já deu inúmeras provas do quanto solidário é, uma delas, bastante recente é a colaboração com a campanha da Associação Renal Vida, que arrecadou mais de R$ 4 milhões em doações nos últimos dez dias, dinheiro que possibilitará a conclusão do espaço próprio da entidade, que possibilitará a melhoria e ampliação de atendimento para pacientes que precisam de hemodiálise.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Mas essa solidariedade também tem sido motivo de preocupação, já que nos últimos anos o numero de pessoas em situação de rua aumento significativa na cidade e uma boa parte dessas pessoas, possuem envolvimento com drogas e passam parte do dia nos semáforos de diversos bairro pedindo esmola, o que tem preocupado gestores da Secretaria de Desenvolvimento Social, já que o dinheiro arrecadado possibilita que usuários comprem droga, alimentando o vício e acabam não retornando ao convívio social comum e ao mercado de trabalho.

Essa é a visão do secretário da pasta, Oscar Guilherme Grotmann Filho (Casico) que já promoveu campanhas com objetivo de combater a mendicância em Blumenau e agora, sugeriu o projeto da implementação de placas de alerta em sinaleiras do município. As placas orientarão que sem esmola, a população acaba proporcionando chance, cidadania, dignidade e futuro para esses pedintes.

Segundo Casico essa conscientização faz com que os pedintes, que realmente estejam precisando de amparo, sintam a necessidade de buscar amparo junto a Prefeitura, que oferece atendimento contínuo às pessoas em situação de rua através do Abrigo Municipal de Blumenau (Amblu), que oferece toda a condição de acomodação, alimentação e apoio na melhoria da condição de vida dessas pessoas.

Imagens: Reprodução / Semudes

error: Conteúdo Protegido!!