Pedido de habeas corpus de Pizzolatti é negado pelo Tribunal de Justiça

Na tarde desta terça-feira (18), o pedido de habeas corpus do ex deputado federal, João Alberto Pizzolatti, foi negado por unanimidade, pela 3ª Câmara Criminal de Justiça de Santa Catarina.

A prisão do ex deputado federal foi decretada no dia 9 de maio e, desde 17 de maio, ele está no Presídio Regional de Blumenau.

Pizzolatti se envolveu em um grave acidente que quase tirou a vida de um jovem na SC-421, em 2017, e admitiu que estava embriagado. Ele teve a Carteira Nacional de Habilitação suspensa, mas em abril deste ano, foi flagrado dirigindo. Por conta disso, sua prisão foi decretada e ele responde uma ação penal por tentativa de homicídio qualificado.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

O desembargador Júlio César Machado Ferreira de Melo, relator do habeas corpus, comenta sobre a decisão do Juíz Juliano Rafael Bogo, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Blumenau. Para ele, o Juíz não poderia ter feito nada diferente, pois isso seria consentir para a sociedade o descumprimento de uma ordem judicial. Ele ressalta ainda que é preciso entender que as decisões judiciais têm de ser cumpridas, doa a quem doer.

Foto: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

error: Conteúdo Protegido!!