O papel do endocrinologista para sua saúde

por AesCare

Manter os hormônios em dia é essencial para a qualidade de vida. Eles regulam a nossa fertilidade, a qualidade do sono, a beleza da nossa pele, dentre inúmeros aspectos.

O profissional indicado para cuidar dos hormônios é o endocrinologista.

Vamos entender melhor sobre o assunto? Continue sua leitura até o final!

O que faz um endocrinologista?

O endocrinologista é o médico especialista responsável por cuidar do funcionamento de glândulas e controlar os hormônios no organismo.

Assim, ele investiga, trata e acompanha pacientes que apresentam patologias relacionadas com algum problema hormonal.

Sua atuação se relaciona com qualquer glândula do corpo, como: hipófise, tireoide, hipotálamo, gônadas masculinas e femininas, paratireoide, pâncreas e suprarrenais. Além disso, ele também cuida de órgãos relacionados com tais processos, como: rins, pele, estômago e intestino.

Quando os hormônios não funcionam bem ou as glândulas não conseguem produzi-los, uma série de problemas de saúde podem surgir. Se não tratados, além de prejudicar o equilíbrio hormonal, podem reduzir a vitalidade do paciente, causando até mesmo problemas psicológicos.

Por isso, manter o equilíbrio hormonal em dia é essencial para cuidar da saúde.

Mesmo que você não apresente problemas, é importante sempre realizar um check-up e, de preferência, consultar o endocrinologista anualmente para ver se está tudo correndo bem.

Como funciona o sistema endócrino?

O sistema endócrino é um conjunto do organismo responsável por produzir e liberar hormônios para o corpo, tendo tal função realizada pelas glândulas endócrinas.

Depois de produzidos, os hormônios são liberados na corrente sanguínea e exercem ação nos respectivos órgãos-alvo. Assim, eles atuam no equilíbrio do corpo, auxiliando com uma infinidade de funções fisiológicas.

Quando um hormônio ou glândula não estão controlados, podem afetar uma série de regiões, levando a uma variedade de sintomas. Isso acontece porque suas ações costumam ser sistêmicas, interferindo em várias células e tecidos.

 

Distúrbios endócrinos:

Geralmente o endócrino cuida de três tipos de distúrbios endócrinos:

·                    Aqueles causados por deficiência hormonal;

·                    Por liberação excessiva de hormônios;

·                    Ou pelo desenvolvimento de tumores em tecidos glandulares.

Para que você entenda melhor, agora vamos conferir as principais áreas de atuação dessa especialidade médica, entendendo a sua importância para manter a saúde bem cuidada.

Quais são as suas áreas de atuação?

Para entender a seriedade desse profissional nos cuidados com a saúde, vamos conferir agora em quais situações o endócrino pode nos ajudar:

Obesidade: o endocrinologista é o médico encarregado de tratar a obesidade, prevenindo danos e complicações, sobretudo as ortopédicas (pelo excesso de peso) e comprometimentos cardiovasculares. Assim, sua importância é fundamental, visto que a obesidade afeta milhões de pessoas em todo o mundo, sendo considerado um problema da sociedade atual.

Sobre peso: Além da obesidade, pessoas que sofrem com sobre peso também costumam procurar um endocrinologista. Tais profissionais podem cuidar das alterações hormonais que podem estar relacionadas com o processo e até mesmo propor hábitos saudáveis e dietas equilibradas para conter e reverter a situação.

Excesso de pelos: esse é um fator de bastante incômodo (principalmente estético) para mulheres. Eles podem estar relacionados com o aumento da produção de hormônios masculinos e requerem controle hormonal adequado.

Problemas de crescimento: quando crianças apresentam problemas de crescimento (seja ele deficiente ou excessivo), as complicações hormonais, genéticas ou nutricionais podem ser sanadas pelo endócrino, que irá analisar cada caso separadamente e propor os tratamentos indicados.

Doenças da hipófise: quando a glândula hipófise não está controlada, varias situações improváveis acontecem no corpo: os pés aumentam de tamanho, a visão começa a sofrer distúrbios e há o surgimento de leite fora do período da amamentação. Em caso de qualquer sintoma estranho, procurar o médico ajuda muito e permite o correto diagnóstico e tratamento do problema.

Distúrbios menstruais: excesso ou falta de menstruação podem ser resolvidos com auxílio do profissional. Geralmente as situações refletem problemas hormonais, necessitando de tratamento e cuidados adequados. 

Reposição de hormônios femininos (sobretudo na menopausa): o endocrinologista pode abordar uma reposição hormonal feminina para minimizar os desconfortos advindos da menopausa. Alguns outros problemas da saúde da mulher também envolvem o descontrole de hormônios, como a acne hormonal, por exemplo. Nesse caso o endócrino também pode ajudar.

Controle do diabetes: quem possui problema com diabetes ou apresenta predisposição genética familiar, deve procurar um endocrinologista. Se não controlada, ela pode trazer sérias complicações (incluindo o pé diabético, que pode levar à amputação se não tratado), por isso, consultar um endócrino e manter um acompanhamento adequado é essencial.

Distúrbios da tireoide: a tireoide é uma glândula de suma importância quando o assunto é manter o corpo em equilíbrio. A sua função interfere no sono, na fertilidade, no crescimento e na vitalidade. O endocrinologista é capaz de tratar as mais variadas complicações da tireoide, sendo elas pelo excesso ou pela falta da produção de hormônios tireoidianos.

Cuidados na andropausa: não é só nas mulheres que o nível hormonal diminui conforme a idade. Os homens passam por sintomas parecidos durante a andropausa, podendo diminuir a vitalidade e levar a disfunção sexual. Por isso, a reposição hormonal também é muito importante.

Osteoporose: nem todos sabem, mas a osteoporose é uma doença endócrina. Ela costuma ser mais comum em pessoas mais velhas, levando ao enfraquecimento ósseo e possibilidade de gerar dores e até fraturas. Manter o osso íntegro e com equilíbrio de componentes é essencial para garantir a sua mobilidade e resistência, nesses casos um endócrino pode ser o mais indicado, mantendo a saúde dos ossos em dia.

Distúrbios da puberdade: quando crianças apresentam puberdade precoce (com surgimento de pelos ou mamas de tamanho aumentado), necessitam de avaliação médica. Assim como aqueles que chegam na adolescência sem alterações físicas ou fisiológicas (como falta de crescimento genital ou de menstruação).

Olhando para todas essas funcionalidades, deu para entender a importância do acompanhamento endócrino, não é mesmo?

Outros aspectos importantes

Para prevenir ou tratar doenças relacionadas com o metabolismo, é importante sempre consultar um endocrinologista.

Ele poderá indicar as melhores soluções para a sua saúde, focando em bem estar e qualidade de vida.

Foto: Divulgação / lovelace.com

error: Conteúdo Protegido!!