Mulher é presa pela Polícia Civil por aplicar golpes do bilhete premiado

Na manhã desta terça-feira (2), a Polícia Civil de Blumenau deflagrou a operação “Crime Ancião“, por meio da 2ª Delegacia de Polícia. O objetivo da operação foi desarticular uma quadrilha especializada em golpes do bilhete premiado, que focava principalmente em idosos nas proximidades de agências bancárias.

Foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em Camboriú, inclusive de uma mulher de 49 anos com iniciais A.F.L, que fazia a função de olheira. A mulher, que chegou a conduzir as vítimas pelo braço até a agência bancária, está sob prisão preventiva.

O Delegado Lucas Gomes de Almeida explica que tem visto crescer o número de ocorrências de estelionato na cidade, bem como é de conhecimento geral que parte da criminalidade tem migrado para esses tipos de golpes. A própria presa, ao ser questionada, explicou que tem visto envolvidos em tráfico e assaltos migrarem para os golpes.

O delegado esclarece ainda que geralmente esses grupos trabalham com 3 a 4 pessoas. Um na função de “grupo”, que se passa por pessoa de boas condições financeiras e confirma a validade do bilhete, o “fila”, que aborda as pessoas se passando por ingênuo e pobre, e o “olheiro”, que fica de olho na vítima dentro da agência bancária.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

O nome da operação se dá pelo fato de que essa modalidade de golpe é uma das mais antigas que se tem notícia. Segundo pesquisas, encontram-se noticias de golpe do bilhete desde 1934. Além disso, esses golpes geralmente são cometidos contra idosos, que são mais vulneráveis.

Fotos: Divulgação / Polícia Civil
error: Conteúdo Protegido!!