Motorista se envolve em acidente com vítima em Blumenau e foge do local

Era por volta de 21h40min da noite de ontem (19) que a Guarda Municipal de Trânsito (GMT), a Polícia Militar (PM) e o Corpo de Bombeiros Militar de Blumenau foram acionados para atendimento de um acidente de trânsito envolvendo uma motocicleta Honda CG, e um carro, no entroncamento da Rua Luiz Altemburg Sênior, com a Rua José Deeke, no bairro Escola Agrícola.

O motociclista, um entregador de lanches sofreu diversas escoriações pelo corpo, e mesmo caído ao chão, o motorista do carro envolvido no acidente resolveu fugir do local sem prestar socorro a vítima, mas um detalhe foi crucial para localização do veículo, a placa do Fiat Uno, prata, de Blumenau, caiu no local do acidente, por conta do impacto, além dos dois faróis que quebraram.

Fotos: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Com a identificação do carro através da placa, uma viatura da PM foi até o endereço onde o veículo foi emplacado. Inicialmente, apenas o veículo foi localizado, e um morador (locatário) do imóvel (Rua Luiz Abry) informou que não conhecia o homem que abandonou o Uno no local. Minutos depois um indivíduo apareceu afirmando ser o sogro do homem envolvido no acidente e que ele não ficou no local porque supostamente não seria habilitado.

O sogro, tentou impedir que o carro fosse levado, mas por fim ele acabou autorizando a remoção do veículo. Isso porque teve ciência que a situação de abandono do local do acidente com danos ou vítima, é considerado crime e que as multas aplicadas pela GMT por conta da atitude irresponsável somará aproximadamente R$ 9 mil. No diálogo com os agentes de trânsito e com os policiais militares, o proprietário do imóvel que afirmou ter uma procuração do carro, disse que Elizeu (seu genro) não pagaria mais do que uma cesta básica na justiça por ter fugido, porém o ato deve custar muito mais caro do que isso.

Apesar de ter dito que é sogro do motorista envolvido no acidente, em nenhum momento o homem quis colaborar com as autoridades, além de não informar o nome completo de seu genro, afirmou não saber o endereço dele. Neste caso, tanto o proprietário do veículo (que é uma terceira pessoa), quanto condutor poderão responder processos na Justiça, além da indenização à vítima.

Fotos: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

error: Conteúdo Protegido!!