Jornalista sobrevivente da tragédia da “Chape” falece por conta de mal súbito

Foi durante um jogo de futebol entre amigos no início da noite desta terça-feira (26) que o jornalista Rafael Henzel, de 46 anos – um dos sobreviventes da tragédia da Chapecoense ocorrida em novembro de 2016 – perdeu a vida por conta de um ataque fulminante.

Henzel era um dos ícones não somente da “Chape”, mas de toda Chapecó e do oeste catarinense. Foi por ele narrado muitos jogos e histórias, incluindo detalhes da queda do avião que vitimou 71 pessoas. Ele chegou a ser levado ao Hospital Regional do Oeste, mas acabou não resistindo.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

O Notícias Vale do Itajaí entrevistou por telefone, o prefeito da cidade, Luciano Buligon, que agora ainda hoje decretou ludo oficial de três dias no Município e lamentou o ocorrido. “Já decretei luto oficial de três dias em Chapecó e neste triste momento estamos dispostos a ajudar a família com um sentimento de profunda perda” disse Buligon.

“Fatos assim nos fazem refletir sobre a vida, que é de fato um sopro” disse o chefe do Executivo da cidade que também afirmou que os detalhes sobre os procedimentos fúnebres ainda estão sendo verificados pelos familiares do jornalista, que iniciou sua dedicação profissional no rádio aos 15 anos.

Foto: Reprodução / Facebook

error: Conteúdo Protegido!!