Governo de SP confirma 10 mortos por conta do tiroteio em escola de Suzano

Em nota divulgada à imprensa, o governo do Estado de São Paulo confirmou o balanço de 10 mortos no tiroteio em uma escola pública estadual de Suzano. Outras 10 pessoas ficaram feridas no ataque e foram encaminhadas a hospitais da região.

O governador de São Paulo, João Doria, visitou ainda pela manhã (13) a Escola Estadual Raul Brasil, onde ocorreu o ataque, e disse que a cena do tiroteio é “a mais triste” que já viu “em sua vida”, afirmando também que as vítimas são quatro estudantes e duas funcionárias da escola, sendo uma coordenadora pedagógica.

Os dois suspeitos do bárbaro crime também morreram. Existe a possibilidade de que um policial civil, que estava próximo da escola tenha agindo contra os adolescentes para evitar que a tragédia fosse ainda maior. O caso ainda não foi esclarecido e a informação sobre o policial ainda não foi oficialmente confirmada.

Os suspeitos dos disparos oram identificados como Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. A Polícia Civil ainda busca informações se uma tentativa de homicídio numa loja de veículos próximo da escola.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí noTwitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Dória também decretou luto oficial de três dias no Estado de São Paulo. Nesses três dias as bandeiras em órgãos públicos ficarão a meio-mastro. O governo paulista também manifestou solidariedade aos familiares e amigos das vítimas.

Foto: Divulgação / EEBRB

error: Conteúdo Protegido!!