Evento que realça orgulho da consciência negra iniciou nesta segunda-feira (18), em Blumenau

Na noite desta segunda-feira (18), a Secretaria de Cultura e Relações Institucionais de Blumenau recebeu o evento Orgulho da Consciência Negra: Educação, Arte e Cultura. O evento teve início às 19h e foi uma noite de muita arte e cultura.

O pedagogo Lucas Caetano apresentou sua palestra “Grafite como ferramenta pedagógica na arte educação“, resultado do seu projeto de pesquisa no IFSC Gaspar que propõe a valorização da Arte do Grafite. Durante o evento, o palestrante compartilhou sua experiência de levar o grafite às escolas e aplicar seu projeto com alunos de séries iniciais. A mediação contou também com o artista e grafiteiro Pilaco Under, que auxiliou na aplicação do projeto.

Artista e grafiteiro Pilaco Under

Na mesma noite, Pilaco, juntamente à artista Carolina Gabriela, abriram exposição com painéis artísticos de suas autorias no Espaço da Memória Cultural de Blumenau (piso térreo da SMC). Os artistas falaram sobre suas técnicas e inspirações para a produção das obras.

Artista Carolina Gabriela

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Em seguida, o grupo de Maracatu Baque Mulher finalizou o evento da noite com uma apresentação, manifestando a cultura popular do Brasil com música e dança e envolvendo todo o público.

Apresentação do Baque Mulher de Blumenau

Nesta quarta-feira (20), o evento continua com a palestra “Femininismo Negro e Interseccionalidade“, ministrada pela professora e filósofa Halina Leal. O evento será no Auditório Edith Gaertner da Secretaria Municipal de Cultura e Relações Institucionais, também conhecida como Fundação Cultural de Blumenau. Durante a palestra, serão examinadas e discutidas, por um lado, a inseparabilidade estrutural entre patriarcado, sexismo, racismo e suas articulações que implicam em múltiplas situações de opressão sofridas pelas mulheres negras. Por outro lado, serão analisadas algumas consequências dessas opressões como, por exemplo, o lugar social ocupado por tais mulheres, lugar este muitas vezes caracterizado pela violência, apagamento e não pertencimento a diversos ambientes.

Nesta terça-feira (19) e quinta-feira (21) acontecerão visitas à exposição de painéis artísticos de autoria de Carolina Gabriela, Felipe Costa e Pilaco Under, mediante agendamento pelo telefone (47) 3381-6176.

Fotos: Gustavo Egmon Theiss / Leitor NVI

error: Conteúdo Protegido!!