Estadão diz que Dalírio Beber, Décio Lima, Ana Paula e Napoleão Bernardes estão na lista do relator da Lava Jato

O Jornal Estado de São Paulo (Estadão) trouxe uma matéria em sua página da internet na tarde desta terça-feira em que afirma que o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de inquérito contra nove ministros do governo Temer, 29 senadores e 42 deputados federais, entre eles quatro representantes de Blumenau, incluindo o atual prefeito da cidade.

No total são 108 nomes dos 83 inquéritos que a Procuradoria-Geral da República (PGR) encaminhou ao STF com base nas delações dos 78 executivos e ex-executivos do Grupo Odebrecht, em princípio todos com foro privilegiado no STF. O senador catarinense Dalírio José Beber, do PSDB, o deputado federal Décio Lima e a deputada estadual Ana Paula Lima, ambos do PT e o prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, também do PSDB aparecem na relação divulgada pelo jornal paulista.

O Estadão afirma que teve acesso a despachos de Fachin, assinados eletronicamente no dia 4 de abril em que três governadores e 24 outros políticos e autoridades que, apesar de não terem foro no tribunal, também estão relacionadas aos fatos narrados pelos colaboradores.

Os crimes mais frequentes descritos pelos delatores são de corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, e há também descrições a formação de cartel e fraude a licitações.

O ministro Edson Fachin afirmou que as decisões serão divulgadas ainda este mês. Ao encaminhar os pedidos ao STF, Janot sugeriu a Fachin o levantamento dos sigilos dos depoimentos e inquéritos.

 

Clique aqui e confira a mate´ria do Estadão na íntegra.

 

Foto: Marcos Corrêa / Presidência da República (Arquivo)

error: Conteúdo Protegido!!