Em pronunciamento, Temer defende ação no Rio e fala em ‘medida extrema’

O presidente Michel Miguel Elias Temer Lulia realizou nesta sexta-feira (16) um pronunciamento em rede nacional de televisão sobre a intervenção militar na segurança pública do Rio de Janeiro e afirmou que o crime organizado “quase tomou conta do estado”.

De acordo com o mandatário, a ação federal no Rio é uma “medida extrema” para conter uma “metástase que se espalha pelo país e ameaça a tranquilidade do nosso povo”. “O governo dará respostas duras, firmes e adotará todas as providências necessárias para derrotar o crime organizado e as quadrilhas. Não aceitaremos mais passivamente a morte de inocentes”.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

O decreto autorizando a intervenção foi assinado pelo presidente nesta sexta e prevê que as polícias fluminenses fiquem subordinadas às Forças Armadas até 31 de dezembro, sob comando do general do Exército Walter Souza Braga Netto, Comandante Militar do Leste.

“É intolerável que estejamos enterrando pais e mães de família, trabalhadores honestos, policiais, jovens e crianças. Estamos vendo bairros inteiros sitiados, escolas sob a mira de fuzis, avenidas transformadas em trincheiras. Não vamos mais aceitar que matem nosso presente, nem continuem a assassinar nosso futuro”, declarou Temer.

De acordo com o presidente da República, as polícias e as Forças Armadas estarão nas “ruas, avenidas e comunidades” e derrotarão “aqueles que sequestram a tranquilidade do povo em nossas cidades”. “Começamos uma batalha cujo caminho é o sucesso. E contamos com todos os homens e mulheres de bem ao nosso lado, apoiando, sendo vigilantes e parceiros nessa luta”, disse.

Durante este sábado (17) ocorreu a primeira reunião de trabalho sobre segurança no Rio. O encontro reuniu dezenas de autoridades na Base Aérea do Galeão, incluindo a presença do comandante da intervenção e Michel Temer.

Confira o pronunciamento na íntegra:

 

*Com informações da ANSA
Foto: Alan Santos / Presidência da República

error: Conteúdo Protegido!!