Divulgadas identidades das vítimas do acidente deste sábado na 470

O Notícias Vale do Itajaí (NVI) conseguiu apurar a identidades de algumas das vítimas que perderam a no grave acidente que ocorreu no fim da manhã desde sábado (27), que resultou em quatro mortes ainda deixou diversos feridos na Serra São Miguel, na BR-470, entre Lontras e Ibirama.

O acidente ocorreu entre um ônibus da Viação Catarinense e uma carreta de São Paulo, por volta das 11h20min e mobilizou equipes de bombeiros militares e voluntários de diversas cidades do Vale do Itajaí, além de equipes do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), sendo que pelo menos quatro pessoas morreram. O motorista da carreta saiu ileso.

Fotos: Marcos Fernandes / SBT-SC

De acordo com as informações divulgadas pela empresa, o coletivo fazia a linha Joinville-Lages e transportava 26 passageiros. Desses passageiros, 16 feridos foram levados a hospitais da região, sendo que cinco vítimas sofreram ferimentos graves e pelo menos quatro perderam a vida no local do acidente, uma delas o condutor do ônibus, identificado como Gilberto Pereira Antunes, morador de Lages.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Uma das vítimas fatais é Gesebel Schmitz, de 51 anos, moradora de Blumenau, irmã do sargento do Corpo de Bombeiros Militar, Airton César Schmitz, que estava de serviço em Blumenau, como chefe de socorro, liberado do expediente assim que soube da perda da sua irmã. Além de dela outras duas passageiras identificadas como Edileuza Vieira de Souza, de Rio do Sul e Salete A. Schemes, de Lages.

Um outro blumenauense também estava no ônibus, é Élcio Antônio Stulp, gerente de uma lanchonete da cidade. Ele tem de 37 anos e disse que seguia para casa de irmão, no Alto Vale do Itajaí, para juntos irem ao Rio Grande do Sul. Ele disse ao NVI, que sofreu apenas um pequeno ferimento na perna, pois estava na última poltrona do ônibus. Mesmo assim foi encaminhado a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) de Rio do Sul. “Não sei como o acidente aconteceu exatamente, eu estava cochilando, só senti um monte de cacos de vidros em cima de mim, bati com meu braço na costela, olhei para frente e vi muita gente ferida e gritando” contou Stulp.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), informou que o motorista carreteiro disse que perdeu o controle do veículo ao descer a serra e o reboque (carroceria) derrapou para pista contrária em formato de “L” vindo a atingir a parte frontal do ônibus que seguia no sentido contrário.

Aproximadamente às 15h, os veículos foram removidos e o trânsito foi liberado, apenas em meia pista no local do acidente, que fica exatamente no quilômetro 123 da rodovia federal. Por volta das 17h o fluxo voltou a normalidade.

error: Conteúdo Protegido!!