Dicas simples que deixam o trânsito menos complicado durante a Oktoberfest

Por Marcia Pontes, colunista do Notícias Vale do Itajaí:

 

Estamos na Oktoberfest e o trânsito nosso de cada dia, naturalmente, sentirá o reflexo do aumento na frota flutuante, sazonal para o período. O efeito centopeia do chope tende a se expandir para o efeito centopeia de veículos nas vias, o que não é nenhuma novidade: há 35 anos tem sido assim no mês de outubro. Mas, também não é nenhum fim do mundo, pois 17 dias passam rápido e existem ações simples que deixam o trânsito menos complicado e os motoristas menos estressados com o trânsito lento e os engarrafamentos de dia de desfile. Planejar as rotas e os deslocamentos ajuda muito. Entrar no trabalho uma hora antes vai antecipar a saída em 60 preciosos minutos que podem fazer a diferença entre chegar mais rápido em casa ou ficar trancado no trânsito. Calma, paciência e gentileza na vida e na via completam a lista de pequenas ações que podem mudar tudo para melhor.

A Oktoberfest chegou, o trânsito vai sentir, mas não tem saída, mein freund, estamos todos no mesmo barco…. ops…. na mesma via, e tudo aquilo que cada um puder fazer para tornar os trajetos e os deslocamentos menos estressantes só vai somar para o bem coletivo. Começando pela escolha do tipo de modal que vai utilizar para ir à festa. Como todos já sabem, mas não custa lembrar, dirigir depois de consumir bebidas alcoólicas perpassa, infinitamente, as consequências de uma multa pesada no bolso. E aquele papinho furado de que “promovem uma festa do tamanho da Oktober e proíbem de beber” não cola: beber não é proibido (pelo contrário, muitas vezes é incentivado); o que é proibido é dirigir alcoolizado.

Se recusar a fazer o teste de etilômetro não resolve o problema: a multa, as penalidades e as medidas administrativas são as mesmas para quem faz o teste: infração gravíssima multiplicada por 10 (R$ 2.934,70), recolhimento do documento de habilitação, retenção do veículo até a apresentação de um condutor sóbrio e habilitado na mesma categoria do veículo e aplicação da multa em dobro a cada reincidência. E mesmo que se recuse a fazer o teste de etilômetro, se houver sinais visíveis de embriaguez os agentes de trânsito e policiais militares poderão lavrar o Auto de Constatação de Embriaguez mediante testemunhas e conduzir o condutor à delegacia, onde será preso em flagrante e aguardará audiência de custódia.

A carona com um condutor sóbrio é a melhor das pedidas, afinal, quem não é abstêmio e vai de carro ou moto na festa não vai deixar de saborear o chope e demais opções de bebidas alcoólicas artesanais, e também não vai deixar de dirigir. Táxi, Uber, carona com o motorista da rodada e até o ir e vir de transporte público nos horários especiais e da madrugada são opções perfeitas para o motorista curtir a festa sem preocupações.

Planejar as rotas dos deslocamentos: eis uma medida importante e inteligente para quem quer fugir do trânsito parado e dos engarrafamentos de fim de tarde e nos dias de desfile. Em tempos de Oktoberfest e de vias que levam à Vila Germânica engarrafadas, nem sempre a rota mais curta é a mais vantajosa. Dirigir um pouco mais para fazer um desvio pode fazer com que o motorista chegue ao destino muito rápido devido à fluidez do trânsito pela rota alternativa.

Se for turista, deixe o carro no estacionamento do hotel e aproveite para caminhar pelas ruas festivas da cidade, conhecer as lojas, lanchonetes, apreciar os souvenirs, as pessoas, a arquitetura da cidade e sentir-se em casa. Mas, nada de atravessar correndo na frente dos veículos, principalmente na rua 7 de Setembro. Só atravesse nas faixas de pedestres e nos locais sinalizados.

Fique atento aos dias de desfile, pois o trânsito muda e algumas ruas centrais de acesso à rua XV de Novembro e transversais costumam ser fechadas para a circulação de veículos. Enquanto a maioria busca os estacionamentos mais próximos dos locais de desfile, optar por um que fique mais distante pode tornar a sua saída e volta para casa mais rápida. Enquanto as saídas de estacionamentos mais próximos ficam emboladas, como o seu carro estava mais distante você sai primeiro.

Entra outubro e sai outubro e centenas de motoristas oktoberfesteiros sentem um gosto de água no chope porque estacionam em locais proibidos nos arredores da Vila Germânica. A placa de proibido estacionar vale para antes e depois dela, até que haja outra placa permitindo o estacionamento: é assim que funciona. Para quem já foi autuado por estacionar em vaga preferencial, proibida ou reservada às bandas diz que não é nada boa a sensação de sair da festa, procurar o veículo e não encontrar, além da multa e das taxas de liberação a um condutor sóbrio e habilitado.

Este ano os veículos serão removidos direto para o pátio do Seterb na Itoupavazinha e não haverá mais o posto de atendimento interno do Seterb para pagamento de multas e liberação de veículos. Aliás, uma medida que vem acompanhada de orientação e reforço nas recomendações pelos agentes de trânsito, mas que não vai dispensar a autuação e a remoção caso o motorista estacione onde não é permitido. Detalhe: para retirar o veículo no pátio do Seterb o condutor terá de fazer antes o teste de etilômetro.

Ainda que o prolongamento da rua Humberto de Campos tenha sido entregue dias antes da festa e que as opções de mobilidade sejam maiores e melhores do que a dos anos anteriores, os motoristas não devem descuidar, pois os gargalos costumam se formar nas proximidades do palco da festa e das vias vicinais.

Para aquele motorista que costuma ficar de mau humor, a dica é: lembre-se dos seus bons tempos de Oktober, das primeiras edições, em que não perdíamos uma noite de festa. A alegria dos turistas e de muitos blumenauenses é a mesma. Não xingue, não buzine, sinalize todas as suas intenções no trânsito, tenha calma e paciência porque a nossa cidade respira a Oktoberfest em outubro e o trânsito, inevitavelmente, será impactado. O modo como você vai lidar com isso é que vai fazer a diferença.

 

Márcia Pontes
Especialista em Trânsito

Representante do Maio Amarelo em Santa Catarina

 

Saiba onde me encontrar nas redes sociais:

Facebook
Twitter

YouTube
Linkedin
Blog Aprendendo a Dirigir

Minha página de trabalho
Email: thesys@uol.com.br

 

error: Conteúdo Protegido!!