Confrontos na Venezuela deixam 4 mortos e dezenas de feridos

Há uma série de protestos registrada desde terça-feira (30) na Venezuela e isso provocou a morte de pelo menos 4 pessoas, além de deixar dezenas de feridos em Caracas. De acordo com a ONG Observatório Venezuelano de Conflito Social (OVCS), uma das vítimas é uma mulher identificada como Jurubith Rausseo García, que foi foi morta após ser baleada na cabeça. Hoje (2) surgiu a informação de que também dois adolescentes foram mortos, Yoster Graterol, de 16 anos, que morreu em Aragua, nos arredores de Caracas, e Yoifre Jesús Hernández Vásquez em Altamira, de 14 anos, que faleceu na capital venezuelana.

Outra morte foi registrada no início das manifestações contra o governo de Nicolás Maduro, quando o autoproclamado presidente, Juan Guaidó, declarou que havia conquistado o apoio dos militares e convocou novos protestos para tentar derrubar o líder chavista. Através da rede social Twitter, OVCS condenou o assassinato de García e relatou que, somente neste ano, 57 manifestantes já foram mortos em atos contra o governo de Maduro.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Foto: Reprodução / Twitter

error: Conteúdo Protegido!!