Ciclone Fani mata ao menos 15 na Índia e em Bangladesh

da ANSA

Ao menos 15 pessoas morreram na passagem do ciclone Fani pela Índia, após uma megaoperação que tirou mais de 1 milhão de pessoas de suas casas no estado de Odisha, e por Bangladesh.

O fenômeno tocou a terra firme com ventos de até 250 quilômetros por hora, o equivalente a um furacão de categoria quatro. Até a noite deste sábado (4), pelo horário local, a agência indiana para desastres naturais contabilizava três mortos.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Os ventos também destruíram casas, derrubaram árvores e linhas elétricas e cobriram a orla de destroços. O balanço de vítimas ainda pode se agravar, conforme as comunicações com as áreas atingidas forem restabelecidas.

O ciclone cruzou o estado de Bengala Ocidental e se dirigiu para Bangladesh, onde perdeu força, mas ainda assim deixou um rastro de pelo menos 12 mortos. O número relativamente baixo de vítimas mostra a evolução dos dois países no combate a fenômenos da natureza, 20 anos depois de um “superciclone” ter matado 10 mil pessoas em Odisha.

error: Conteúdo Protegido!!