Cavaleiros da Luz promovem Macarronada do Bem em prol de entidades blumenauenses

A ONG Instituto Elo Vital e a Associação de Amigos, Pais e Portadores de Mielomeningocele (AAPPM) serão beneficiadas com a renda arrecada para 8ª Macarronada do Bem, promovida pela Associação Beneficente Cavaleiros da Luz que há oito anos contribui com diversas instituições através de compras de equipamentos e/ou contratação de serviços que são custeados pela renda arrecada com a Macarronada.

Este ano, o evento acontecerá no dia 10 de novembro, no Parque Vila Germânica. O objetivo de 2018 é igualar a quantidade de convites vendidos no ano passo, que foi de 3000 tickets. Além da venda os convites a organização ainda conta com venda de cotas de patrocínio para anunciantes, que acabam tendo o direito da divulgação da marca, tanto no material de divulgação, quando no evento, de acordo com a cota adquirida. Na noite de ontem um jantar com integrantes das associações, empresários e imprensa marcou o lançamento do evento.

Fotos: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

A Cavaleiros da Luz foi criada em 2011 com o objetivo de ajudar as vítimas da enchente na cidade de Rio do Oeste, no Alto Vale do Itajaí. A ação deu tão certo que o grupo, de cerca de 40 amigos, resolveu organizar a macarronada todos os anos. A cada edição são escolhidas instituições diferentes para serem beneficiadas. Em 2017 por exemplo, a Ong São Roque, que atende crianças com a primeira educação, foi beneficiada com investimento no montante de R$ 110 mil. Além disso a Casa de Acolhida São Felipe Nere, que atende crianças no contraturno escolar foi agraciada com R$ 34 mil.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

 

AAPPM

A Associação é uma Organização Sem Fins Lucrativos (OSC) que atende pessoas com mielomeningocele, e tem por missão promover ações de prevenção, proteção, orientação e amparo às pessoas com deficiência física em decorrência da mielomeningocele e consequências, com a finalidade de garantir a defesa e efetivação dos direitos socioassistenciais.

A AAPPM iniciou suas atividades em 2005 e, em 2013, intensificou suas ações já com uma sede própria, possibilitando, por meio dos serviços que oferece a habilitação e reabilitação de seus usuários. A entidade teve início com a junção de familiares de pessoas com mielomeningocele, que compartilhavam da mesma frustração por falta de orientação, e de um espaço para o atendimento da especificidade.

Instituto Elo Vital

Criada em 2009, a organização centraliza três  projetos “Vida sem Drogas”, “Dentista Amigo”, e “Projeto jiu-jitsu”. Todos têm por objetivo atender crianças e jovens, auxiliando-os a trilhar o caminho do bem. Atualmente, 200 pessoas são atendidas pelos projetos. A principal necessidade é de quimonos e faixas para as crianças.

 

 

error: Conteúdo Protegido!!