Casal precisará de ajuda para recomeçar a vida após incêndio que destruiu casa no bairro Itoupava Central, em Blumenau

A senhora e Arlete dos Santos, de 59 anos e o senhor Lúcio Spachinski, 57, terão bastante dificuldade para recomeçar a reconstruir a casa onde moravam, que foi completamente destruída pelo fogo no fim da tarde desta sexta-feira (7). O imóvel localizado na Rua Hernest Karstner, comunidade Vila União, bairro Itoupava Central, ficou apenas nas cinzas.

Spanchinski, afirmou que após produzir doces no fogão a lenha, foi descansar e quando estava dormindo foi surpreendido por vizinhos que o tiraram às presas da casa, que já estava parcialmente queimada, evitando assim uma tragédia. Segundo ele, a suspeita é que as chamas tenham começado pelos fundos da residência, justamente no ponto onde ficava o fogão.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Para controle das chamas, foram empenhadas três viaturas do Corpo de Bombeiros. Sete pessoas trabalharam no local, entre bombeiros militares e comunitários, que utilizaram cerca de 15 mil litros de água. Moradores vizinhos também tiveram participação fundamental para que o fogo não danificasse ainda mais a residência ao lado, já que utilizaram mangueiras até o momento da chegada das equipes profissionais.

Fotos: Jefferson Santos / Notícias Vale do Itajaí

O casal, bastante humilde morava a anos no local. Arlete, além de trabalhar numa empresa, vende cosméticos para complemento da renda familiar, sendo que recebeu mercadoria ontem (6) e acabou perdendo todos os produtos. Agora eles precisam contar com a solidariedade da sociedade para reconstrução da morada e da vida, já que até roupas e documentos pessoas foram perdidos.

Para quem possa e tem interesse em ajudar esse humilde casal, fazendo doações de móveis, roupas, eletrodomésticos, valores ou até mesmo material de construção poderá entrar em contato com Arlete através do telefone 47 99212-9247 ou com a vizinha das vítimas, Liliane, através do celular 47 98471-6742 ou fixo 3323-9919.

error: Conteúdo Protegido!!