Alto teor de cacau no chocolate traz benefícios para o organismo, incluindo o coração

Com o inverno chegando, as temperaturas vão caindo e nesta época do ano faz subir o consumo de chocolate. Pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Chocolate (Abicab) aponta que o inverno é o responsável por praticamente um terço do consumo anual do produto no Brasil. No entanto, há cada vez mais motivos para sair da sazonalidade e comer chocolates regularmente – e com a consciência tranquila. Um estudo recente da Universidade de Harvard, publicado em maio na conceituada revista Heart, demonstrou que o consumo regular dos artigos com altos teores de cacau tem efeito protetor contra arritmia cardíaca. A pesquisa, envolvendo mais de 55 mil pessoas, mostrou que os participantes que consumiam chocolate amargo pelo menos duas vezes por semana apresentaram risco 20% menor de fibrilação atrial, um dos problemas cardíacos mais comuns e que somente no Brasil afeta cerca de 1,5 milhão de pessoas.

Algumas indústrias brasileiras já vêm atuando neste filão. Desde 2004, a Nugali Chocolates, de Pomerode tem apostado em produtos com altos teores de cacau, fabricados artesanalmente e que possuem entre 70% e 80% de cacau, além de conterem menos açúcar, baunilha natural e nenhum aditivo artificial.

 

*Com informações de Camila Tibes da Oficina das Palavras
Foto: Reprodução / YouTube Nugali

error: Conteúdo Protegido!!