Acusação de violência doméstica por parte de vereador termina com partilha de bens, guarda compartilhada dos filhos e mulher tira acusação

Um dos assuntos que mais prendeu a atenção dos blumenauenses nesta quinta-feira (7) foi a acusação da esposa do vereador Jovino Cardoso Neto (PROS) que afirmou em entrevistas concedidas a Ric Tv Record e aos colegas do O Município Blumenau, com acusação de ter sido vítima de violência doméstica.

O jornalista Alexandre Gonçalves, do Informe Blumenau, trouxe em primeira mão uma medida protetiva obtida na justiça, pela então esposa do vereador, que já foi vice-prefeito da cidade. Após fazer boletim de ocorrência por suposta violência doméstica, a esposa do vereador procurou a polícia novamente afirmando ter sida ameaçada, foi aí então que conseguiu a medida.

>> Curta o Notícias Vale do Itajaí no Facebook
>> Siga o Notícias Vale do Itajaí no Twitter
>> Receba em primeira mão nossas notícias via WhatsApp
>> Entre no no canal do Notícias Vale do Itajaí no Telegram
>> Acompanhe o Notícias Vale do Itajaí no Instagram

Já no período noturno, quando o Notícias Vale do Itajaí procurou o político afim de obter informações sobre o caso, houve a informação que tudo terminou com um acordo entre os dois, que firmaram o matrimônio há 29 anos anos e possuem juntos três filhos, sendo dois menores de idade.

Com o acordo parece que tudo ficou apaziguado. Houve a partilha de bens, a guarda dos dois filhos menores será compartilhada, inicialmente questionada pela mãe das crianças que também retirou a acusação criminal que fez contra seu (agora) ex-marido.

Foto: Ilustração

error: Conteúdo Protegido!!